outra proposta

cultura e arte local de porto alegre

Contra a licitação do Araújo Vianna

Posted by outraproposta em 1 agosto, 2007

contato.jpgUm show com bandas de rock e hip-hop na Redenção marcou, no último sábado, o protesto encabeçado por movimentos culturais que temem a perda de espaço para eventos sociais e políticos no auditório Araújo Vianna.
[+] O blog tem informações sobre o show. Clique aqui.

Abraço ao Araújo

DO CORREIO DO POVO |O local, que está fechado desde 2005 devido à situação precária, terá 75% das datas anuais comercializadas por uma empresa privada durante dez anos. A Opus Promoções foi a vencedora da licitação pública para reconstrução do Araújo Vianna.

Para o movimento O Araújo Tem Dono, a licitação não era necessária. “Essa é a política desse governo, que pretende sucatear as instituições públicas da cidade”, criticou Ariane Chagas, integrante do Instituto da Juventude, uma das entidades organizadoras da ação. Segundo ela, a assessoria jurídica do instituto está analisando a licitação.

Uma das principais preocupações se refere ao espaço para eventos alternativos e ao valor cobrado do público. “O Araújo tem que ser público, sempre sediou shows de boa qualidade e com preços acessíveis”, ressaltou Ariane.

O titular da Secretaria Municipal da Cultura (SMC), Sergius Gonzaga, considera o movimento “eleitoreiro”. “O que estão fazendo não tem nada a ver com cultura, mas algo extremamente político. É o início das eleições municipais.” Gonzaga explicou que, com as más condições do auditório, que desde 1964 fica no Parque da Redenção, a obra de reconstrução do local está orçada em R$ 7 milhões. A abertura da concorrência foi a forma encontrada pela prefeitura para resgatar um dos mais tradicionais espaços para manifestações culturais e políticas da cidade.

O secretário ressaltou, entretanto, que, se dispusesse desses recursos, não os investiria totalmente na recuperação do Araújo Vianna. “Preferiria criar centros culturais e bibliotecas em periferias do que injetar tudo no auditório”, afirmou.

As obras deverão se iniciar só depois da conclusão do projeto de reestruturação e deverão ser concluídas em até 18 meses. A Opus terá o direito de explorar comercialmente o auditório por 75% das datas anuais, ficando os 25% restantes com a SMC.

Anúncios

Uma resposta to “Contra a licitação do Araújo Vianna”

  1. GIOVANI said

    Tudo é eleitoreiro para este governo parasita, que só governa terceirizando, afinal eles queriam que se protestasse quando se a licitação saiu pro agora. Me poupem !
    O Araújo é público e deve continuar sendo público.
    Quando a primeira cobertura foi feita, estes mesmos que estão aí agora entregando para a OPUs , fizeram a maior campanha contra, pois a cobertura foi importada da frança. Eu prefiro uma cobertura francesa pública do que uma terceirização de um espaço cultura, tradicionalmente público. Porque ele não terceirizam seus mandatos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: