outra proposta

cultura e arte local de porto alegre

  • Bem vindo!!

    O Blog Outra Proposta é um projeto de difusão da cultura e da arte local de Porto Alegre. Busque facilmente notícias com a caixa abaixo.
  • Categorias

  • + vistos hoje

  • Visitas

    • 56,507 visitantes (atualizado automaticamente)
  • Espaço da Poesia

    O ovo apunhalado: Ele saiu da moldura/ E veio caminhando/ Em minha direção/ Olhei para outro lado/ Mordi o labio inferior/ Mas nada aconteu/ Os carros passavam por cima/ Da minha imagem refletida nas vidraças/ Os carros corriam/ E a minha imagem mordia/ O lábio inferior/ Quando tornei a me voltar/ Ele continuava ali, a casca branca/ As linhas mansas de seu contorno/ um Ovo. (Caio Fernando Abreu)
  • Pensamento

    "Fazer arte no Rio Grande do Sul exige, hoje, prova de resistência inquebrantável, tantas são as dificuldades para aqueles que querem mais do que o sucesso inócuo de uma foto no jornal." (Luciano Alabarse) em artigo no Jornal Usina do Porto
  • Equipe

  • Participe

    Todos somos responsáveis por difundir melhor a Cultura e a Arte da Capital. Vá até a seção contato (acima) e faça sua parte.
  • Youtube

    Você pode assistir aos vídeos do youtube aqui mesmo no Blog. Basta clicar nas janelas de vídeo e dar o play.
  • Do intern@uta

  • Anúncios

> Livro reabre chagas da ditadura

Posted by outraproposta em 30 agosto, 2007

(resumo) DA ZERO HORA | Organizado por uma comissão do governo federal criada em 1995, foi lançado no dia 28/8, pelo presidente Lula, o livro Direito à Memória e à Verdade. A obra é polêmica por ser o primeiro documento oficial a acusar forças de repressão dos governos militares por crimes contra a humanidade.

Assinam a organização da publicação o ministro especial dos Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, e a Comissão Especial de Mortos e Desaparecidos. O livro sugere que sejam cobradas explicações das Forças Armadas por crimes como torturas, decapitações, esquartejamentos, estupros e ocultação de cadáveres de vítimas do regime. Os comandos receberam a obra em silêncio, mas não devem comparecer hoje ao lançamento do livro. Entidades representativas da caserna, como o Clube Militar, preparam nota de repúdio.

Para Vannuchi, porém, não há razão para preocupação dos militares.

– Nenhum espírito de revanchismo ou nostalgia do passado será capaz de seduzir o espírito nacional, mas também o silêncio e a omissão não ajudam na superação de um passado que ninguém quer de volta – afirmou, reiterando que os objetivos do livro são humanitários.

Anúncios

Sorry, the comment form is closed at this time.

 
%d blogueiros gostam disto: